sábado, setembro 23, 2006

Duas notas (que acabaram por ser muitas mais...)

No decurso de uma acção de formação sobre as potencialidades do Moodle, tomei conhecimento de uma ferramenta muito interessante para efectuar todo o tipo de questionários online: o Survey Monkey. Este site é muito poderoso no tipo de questionários que permite fazer, sendo muito interessante a sua inclusão em plataformas de e-learning. A versão gratuita faz uma análise preliminar dos dados; para os obter em forma bruta, é preciso pagar 20 USD por mês.

Apesar do Moodle ser de utilização gratuita, existem firmas que dão apoio às instituições na sua implementação. Uma delas, a ed-rom, é Moodle Partner e portuguesa, embora eu não ficasse tranquilo se tivesse um endereço destes.


Na UAç utilizamos o WebCT, e um dos problemas é o apoio aos docentes que o querem utilizar. Fica aqui um link que pode ajudar: em Resources for Administration of Teaching and Learning, na universidade de Sidney, existe o Staff Express, dedicado a ajudar os docentes na utilização do WebCT.

2 comentários:

Prof. Teresa disse...

Oláaaaa!

Aqui estás de novo e ainda bem. Aqui está esta leitora atenta. Sem querer ser chata.... uma sugestão, posso? Já usei a versão simples do surveymonkey e como prof. pobretona do E. Básico, procurei outras alternativas free ;-). Experimenta esta http://www.hostedsurvey.com/home.html
Gostei mais. Permitiu fazer isto:
http://www.hostedsurvey.com/takesurvey.asp?c=9quest1Lus
Carrega no botão verde e esquece a frase em inglês que ainda não descobri como tirar.

beijinho e continuação de bom trabalho!

P.S. Vou começar a editar uma plataforma para profs de línguas no Moodle tb. É de facto a "Moodlemania" como ouvi há dias.

José N. Azevedo disse...

O Hosted Survey não é gratuito- depois das primeiras 250 respostas é preciso pagar. Está é cheio de potencialidades, que não sei se o Survey Monkey também tem. Mas ficam as referências.

O Moodle é uma maravilha. O grupo de trabalho que temos para isto e o pessoal da informática já estão rendidos. Existe é uma distância cada vez maior entre os professores do papel e do giz e os dos electrões. E o problema, claro, é como trazer os primeiros para o lado de cá.

Beijinho.

PS: Não apareceu frase em inglês nenhuma...