sábado, julho 01, 2006

Deusto e nós

Nada como um mergulho na água fria da realidade internacional para confirmarmos que não estamos a sonhar quando lutamos pela reforma do nosso ensino superior.

Nunca tinha ouvido falar da Universidade de Deusto antes de conhecer o projecto Tuning. Trata-se de uma universidade jesuítica, fundada em 1886 e com campus em Bilbao e em San Sebastián. Tirando o aspecto incongruente de apresentar a fé como motor do conhecimento, a UD tem feito um trabalho excepcional ao nível do ensino. Destaco o Plano Estratégico, agora na edição 2004-2007. Um dos eixos deste plano é a Inovação Pedagógica- têm um vice-reitor para a Inovação e Qualidade!!! Nesse âmbito desenvolveram um "Marco pedagógico" que é um documento impressionante pelo que revela de visão e determinação de excelência (a verdadeira!), ao serviço dos estudantes. Basta ver esta pérola:

Se trata de implicar al profesorado con un compromiso personal y profesional que sea capaz de desarrollar nuevas visiones en los alumnos que les conduzca al cuestionamiento y reflexión personal.
Nesta pequena ronda pela documentação produzida pela UD encontrei ainda um artigo em que, no contexto do Practicum (que me parece ser um estágio profissional de nível de mestrado) se desenvolvem considerações muito interessantes sobre os conceitos de competências, a respectiva relevância para o ensino superior e os respectivos métodos de avaliação.

Brrr! Estou gelado!

1 comentário:

Prof. Teresa disse...

:-) Como eu te compreendo!

Bom fim de semana!